fbpx

Blog

15/06/2018 Marketing de Conteúdo

Storytelling: construindo conteúdos de impacto

Storytelling é um tema muito popular no marketing de conteúdo e nas estratégias digitais. Cada vez as marcas têm se lançado no mundo das histórias para encantar, construir e participar de um mundo de ideias compartilhado com seu público consumidor.

Mas afinal o que é de fato storytelling? Muito se fala dessa técnica, mas ela é pouco conceituada e compreendida. Mais ainda quando relacionada a estratégias de marketing, que usa histórias para cumprir um objetivo mercadológico, e não apenas entreter o cliente.

Compreender o que o storytelling e como usá-lo é o melhor caminho para se construir uma história de sucesso com o marketing de conteúdo.

A arte de contar histórias

Storytelling é nada mais nada menos que a arte de contar histórias. E isso até os nossos parentes distantes do tempo das cavernas já faziam em volta da fogueira e com registro nas rochas. Ou seja, contar histórias é ancestral e natural.

Mas já há algum tempo, o storytelling tem sido visto como uma ferramenta de negócios. Contar histórias tornou-se não só diversão e entretenimento, mas um jeito eficiente de relacionar-se com os clientes transformando marcas, produtos e serviços em narrativas e personagens.

E nesse caminho, o Marketing de Conteúdo é um terreno fértil e arado para a contação de histórias, já que sua proposta é chamar a atenção, encantar e informar. Mas então como fazer o uso do storytelling no marketing de conteúdo?

Técnicas de storytelling

Contar histórias exige talento, mas também compreende técnicas, formas estabelecidas de construir a narrativa para dar coerência, criar dramaticidade e envolver as pessoas nos acontecimentos.

Abaixo, os elementos que compõem a narrativa e que devem ser ativados para construir a história.

  • Espaço/Universo: onde acontece a ação;
  • Tempo: quando acontece e a duração dos acontecimentos;
  • Personagens: quem vive os acontecimentos;
  • Enredo: intriga, trama ou ação, é a história em si que se conta;
  • Narrador: quem conta a história.

Eles precisam estar presentes na história que será contada, que deve ainda ser estruturada através da introdução, onde eles são apresentados; do desenvolvimento, composto pelo conflito (problema que precisa ser solucionado pela personagem principal); clímax (aquele momento da história que todo mundo se surpreende); e a conclusão, onde os conflitos são solucionados.

E por que contar história no marketing de conteúdo?

Porque à frente de cada tela, seja do computador, tablet ou celular tem gente. Gente com ancestrais que contavam e ouviam histórias ao redor do fogo e deixaram desenhos que até hoje encantam a sociedade moderna.

Porque gente gosta de lidar com gente e saber história de gente. Porque através de histórias as pessoas se conectam, sentem empatia, identificação, fazem projeção de si mesmas e do outro. E não é exatamente isso o que se busca com o marketing de conteúdo, conexão para conquistar clientes?

Conteúdos em que o cliente identifique um problema para o qual a marca tem solução. Conteúdo que gere empatia para que o cliente se integre às redes sociais da empresa e passe a acompanhá-la. Conteúdo no qual o cliente projete na marca tudo do que precisa.

Usar técnicas de storytelling é comprovadamente eficaz para o marketing de conteúdo. As estratégias digitais têm se valido das histórias para envolver cada vez mais o público e convidá-lo a fazer parte do negócio.

Uma história bem contada tem o poder de atrair a atenção e transformar um simples leitor ou ouvinte em um cliente consciente e engajado, um aliado do negócio, que foi conquistado por meio da identificação com uma narrativa e da empatia com personagens.

Que tal a começar a investir em storytelling? Comece conhecendo as nossas histórias nos seguindo nas nossas mídias sociais.